Lema 2018-19

Desde a fundação do Rotary, há 113 anos, seu papel no mundo e na vida dos rotarianos só cresceu. A organização começou oferecendo a seus associados a oportunidade de desfrutarem de companheirismo, fazerem amizades e criarem um vínculo maior com as pessoas do lugar onde viviam. Não demorou para que o servir criasse raízes no Rotary. Conforme a organização crescia, sua influência aumentava. Com o passar dos anos, a Fundação Rotária veio somar ao nosso voluntariado, iniciando um ciclo em prol da melhoria da qualidade de vida mundo afora que dura até hoje. Formamos parcerias de peso e focamos o nosso serviço, visando aumentar o impacto que causamos. Lançamos a maior iniciativa público-privada do mundo na área da saúde, marcada por parcerias brilhantes com governos, organizações internacionais e inúmeras agências locais e regionais unidos no objetivo de erradicar a pólio.

Os rotarianos demonstram cada vez mais querer não apenas a amizade genuína que encontram nos clubes, como também os meios de entrarem em ação para fazerem o bem e deixarem a sua marca.

O Rotary é, e continuará sendo, a organização hospitaleira nascida do sonho de Paul Harris: um lugar onde pessoas dos quatro cantos do mundo podem se encontrar num ambiente acolhedor de amizade para fazerem coisas grandiosas. O Rotary de hoje oferece algo singular e duradouro aos rotarianos: a chance de integrar uma rede global de pessoas talentosas e com vontade de colaborar ao avanço mundial. Somos homens e mulheres que acreditam no poder de ações comunitárias para causar um verdadeiro impacto global.

Juntos, temos capacidade e recursos para concretizar quase tudo.

Mundialmente, o Rotary nunca foi mais relevante, tampouco teve tamanho potencial de fazer o bem.

Infelizmente, não são muitos os que sabem o que o Rotary é e faz. Até mesmo nos nossos clubes, muitos rotarianos não conhecem a organização o suficiente para aproveitar tudo o que ela oferece.

Os serviços rotários transformam vidas e comunidades. Para prestar mais serviços transformadores, precisamos avaliar o nosso papel no Rotary, e o papel do Rotary no mundo. Precisamos dar mais ênfase à nossa imagem pública, usando as mídias sociais para aumentar a nossa base de associados e atrair parceiros que nos ajudem a ir ainda mais longe com nossos projetos e atividades. Devemos nos concentrar em iniciativas maiores que causem impacto duradouro, reservando o devido tempo para pesquisas e planejamento que atravessem anos rotários e mandatos de líderes seniores. Acima de tudo, é preciso que cada um de nós Seja A Inspiração para que mudanças positivas ocorram e nossos clubes, bairros, cidades e organização inteira se sintam motivados a enfrentar os desafios de hoje com otimismo e criatividade.

Como bem colocado por Paul Harris: “O Rotary é um microcosmo de um mundo em paz, um modelo que as nações fariam bem em seguir”. Para mim, o Rotary não é somente um modelo, mas uma inspiração. O Rotary nos mostra o que é possível, nos dá força de lutar pelo que queremos e nos mostra o caminho a seguir – contribuindo para que Sejamos A Inspiração para o mundo em que vivemos.