Distrito 4670 > Notícias > Título da Notícia
busca

Mais um gol do Rotary contra a paralisia infantil

Ação do Rotary na Arena do Grêmio divulgou a campanha contra a pólio
para milhares de pessoas

Porto Alegre, RS, Brasil – 23/09/2018. Os quase 40 mil torcedores que compareceram na Arena do Grêmio F.B.P.A. na manhã de domingo, foram apresentados a mais uma ação dos associados do Rotary Club de Canoas Industrial para o combate à paralisia infantil.

Durante o intervalo da partida Grêmio X Ceará, pelo Campeonato Brasileiro de Futebol, rotarianos desfilaram pelo gramado principal do estádio, mostrando faixas da campanha do Rotary International para erradicação da paralisia infantil, reforçando aos torcedores a importância da vacinação para o combate e término da doença. Estas informações também foram divulgadas nos telões do estádio, no sistema de som e no Guia da Partida, distribuído gratuitamente aos milhares de torcedores que compareceram ao estádio.

Também foi realizado um trabalho de divulgação junto à imprensa esportiva presente, com a distribuição de releases e materiais informativos, o que proporcionou ampla divulgação do tema na mídia.

Entre os rotarianos que prestigiaram o evento, a presença do Governador do Rotary Distrito 4670 Ilo Coutinho (no detalhe da foto acima, à esquerda), mostrou a importância da ação para a campanha e para a imagem pública do Rotary. Segundo Coutinho, “É uma satisfação ver o trabalho dos rotarianos por uma causa como esta, independente de preferências clubísticas. Quem ganha é a humanidade; que todos inspirem-se no trabalho dos rotarianos!” salientou o Governador.

Os rotarianos já têm programada mais uma ação idêntica para o dia 14 de outubro de 2018, quando estarão novamente em campo. Desta vez, no Estádio Beira Rio, do Sport Club Internacional, durante a partida Inter X São Paulo (SP), pelo Brasileirão 2018.

Outras imagens da ação podem ser vistas em facebook.com/rotarycanoasindustrial e youtube.com/rotarycanoasind

End Polio Now
Campanha mundial do Rotary para erradicação da paralisia infantil no planeta Para mais informações, acesse o site do endpolionow.org/pt

Gostou? Compartilhe!

Deixe aqui a sua opinião