Campanha: sua meta nosso sucesso.

No último dia 15 maio, mais de 250 clubes brasileiros finalizaram a inserção de metas 2020-21 no Rotary Club Central e foram reconhecidos com um certificado emitido pelo RI Brazil Office. Como deve saber, as metas são o planejamento do sucesso do clube! Por isso, incentivamos que discutam quais ações e conquistas planejam para o novo ano rotário que se inicia em 1 de julho e Insira as metas 2020-21 o quanto antes. As metas para o ano entrante foram simplificadas e centralizadas no Rotary Club Central. É fácil e rápido! Materiais de referência: Guia de Planejamento Estratégico e o Rotary Club Central. Bom trabalho!

Postado em 22 de Maio de 2020

Como apoiar os estudantes do Intercâmbio de Jovens durante a pandemia de covid-19

Pelos funcionários do departamento de Intercâmbio de Jovens e de Proteção a Jovens do Rotary International Enquanto o mundo enfrenta desafios extraordinários em meio à pandemia do coronavírus, os participantes do Intercâmbio de Jovens do Rotary também estão enfrentando desafios inusitados. O Rotary International está trabalhando com líderes de clubes e distritos para assegurar que a saúde e a segurança dos estudantes continuem sendo a maior prioridade, quer eles permaneçam no país anfitrião ou retornem para casa. Prezar pela segurança dos estudantes inclui oferecer apoio emocional àqueles que estão passando por uma experiência bem diferente do que esperavam. Para ajudar as pessoas envolvidas no programa, pedimos para dois líderes do Intercâmbio de Jovens compartilhar as melhores maneiras de apoiar os intercambistas durante esses tempos inusitados. Tom Overbaugh, ex-governador do Distrito 7170, conta que, ao optar por mandar os estudantes de volta para casa antecipadamente, o distrito chegou à conclusão de que também precisava oferecer apoio emocional, pois alguns jovens estavam com medo da viagem ou da quarentena. Ele compartilhou os conselhos que recebeu da dirigente de Intercâmbio de Jovens do seu distrito, Michele Hughes: Siga os conselhos do governo local e autoridades da saúde. Muitos alunos que voltarem para casa terão que ficar de quarentena (possivelmente isolados até de suas famílias) por um período de 14 dias. Este pode ser o maior desafio, já que, depois de um longo período de separação, os familiares querem ficar fisicamente próximos uns dos outros, e não socialmente distantes. No entanto, é importante reconhecer o potencial de exposição ao vírus, e seguir os conselhos do governo local e especialistas em saúde. Rematricule o estudante em sua escola local. Os pais dos intercambistas que voltarem para casa antecipadamente devem entrar em contato com seu distrito escolar para perguntar sobre a possibilidade de matriculá-los em cursos semestrais. A participação nas aulas dá aos jovens algo importante em que se concentrar, em vez de se preocupar com o retorno antecipado do intercâmbio. Fale com o estudante sobre sua experiência de intercâmbio. Depois que voltarem para casa, os intercambistas devem participar de uma sessão em grupo organizada pela Comissão Distrital de Intercâmbio de Jovens. Além de dar aos jovens a oportunidade de ouvir e compartilhar experiências e apoiar uns aos outros, a reunião fornece à comissão informações valiosas sobre como eles se sentem. Determine o tipo de apoio que os estudantes precisam. Nem todos os estudantes precisam do mesmo tipo de apoio emocional. Alguns se sentem mais à vontade falando com conselheiros escolares, enquanto que outros gostam de responder perguntas sobre sua experiência no intercâmbio. Pat Carson, coordenadora de estudantes outbound do Distrito 5080, compartilhou os seguintes conselhos: Preze pela saúde mental – A Comissão de Intercâmbio de Jovens do nosso distrito tem um conselheiro de saúde mental que contata cada estudante que volta para casa mais cedo para oferecer apoio. Esta assistência é muito importante, especialmente durante a atual crise de covid-19. Contate os estudantes após o intercâmbio – Contatamos todos os estudantes que retornaram para casa antecipadamente por meio de videoconferência para que possam compartilhar o que estão vivenciando e apoiar uns aos outros. Adapte-se à nova situação – É importante oferecer apoio às famílias anfitriãs e estudantes que ainda estão sendo hospedados em nosso distrito. Como os intercambistas não podem mais participar de reuniões presenciais, nós usamos as videoconferências para nos comunicarmos com eles. Embora este não seja o intercâmbio para o qual eles se inscreveram, após falar com as famílias e considerar todas as informações fornecidas pelo governo e autoridades da saúde, os pais de alguns dos nossos estudantes inbound decidiram deixar seus filhos continuar o intercâmbio e permanecer onde estão. Apoie as famílias anfitriãs – Diante da atual situação, é mais importante do que nunca apoiar as famílias anfitriãs. Como exemplo, eu estou hospedando um estudante que se mudou para nossa casa uma semana antes do distanciamento social ser colocado em prática. Como no momento não há atividades escolares ou sociais, estamos encontrando novas maneiras de nos manter engajados, seja praticando o idioma ou falando com amigos e familiares on-line. Muitas outras famílias anfitriãs podem estar vivenciando circunstâncias similares, portanto, não deixe de contatá-las regularmente.

Postado em 19 de Maio de 2020

Rotary: brasileiros se destacam no combate à Covid-19

Os membros do Rotary no Brasil vêm se destacando nas ações de combate à pandemia de coronavírus. Dos mais de 150 projetos aprovados para utilização do Fundo para Assistência em Casos de Desastres pela Fundação Rotária no mundo, o Brasil é o terceiro país com maior número de projetos aprovados até o momento, atrás apenas da Índia e dos Estados Unidos. Até o dia 20 de abril, o Brasil teve 20 projetos aprovados para utilização do fundo de desastres para a compra de equipamentos de combate à Covid-19, além de suprimentos para pessoas carentes. Com a falta de equipamentos de proteção individual (EPIs) para os profissionais de saúde nos hospitais, os projetos dos Rotary clubs se concentram na compra de materiais como luvas e máscaras cirúrgicas, face Shields (protetores faciais de plástico), materiais de higiene e outros itens necessários aos cuidados de médicos, enfermeiros e pacientes. Como destaca Mário César de Camargo, diretor do Rotary International, a pandemia mostrou a rápida capacidade de reação dos membros da organização no Brasil. “Quando surgiu a oportunidade, eles imediatamente se engajaram e, como a outorga do subsídio é na base do primeiro que chega é o primeiro que é servido, eles se colocaram bem na lista, e tiveram 20 dos 159 projetos que foram aprovados no mundo”, aponta.  Hipólito Ferreira, curador da Fundação Rotária, explica como a entidade modificou seus critérios e procedimentos para que os membros do Rotary de todo o mundo pudessem desenvolver e implementar projetos de combate à pandemia. “Quando se falava em assistência a desastres, se falava em tsunami, em excesso de chuvas, em coisas que fossem realmente destruidoras a partir do meio ambiente. E agora, a grande flexibilização foi determinar que a doença pode ser considerada também um desastre”, explica. Para possibilitar a implementação dos projetos, alguns processos foram modificados dentro da Fundação Rotária, como a dispensa da necessidade de fundos vindos de um parceiro internacional, e a possibilidade da utilização do Fundo Distrital de Utilização Controlada (FDUC) também para os projetos voltados à Covid-19. “O fundo de auxílio a desastres tem um procedimento que é praticamente aprovação default (padrão). A pessoa pediu dinheiro, ela recebe. A Fundação Rotária confia que o distrito* vá fazer uma aplicação devida desse dinheiro”, diz Mário César. “A Fundação Rotária, ao flexibilizar as regras, tornou tudo muito fácil”, avalia Hipólito. Até o momento, a Fundação Rotária já disponibilizou US$ 4 milhões para a realização de projetos de combate ao coronavírus no mundo, utilizando o Fundo para Assistência em Casos de Desastres. Cada projeto pode receber até US$25 mil para sua implementação. Com a alta cotação do dólar no Brasil, os projetos aqui realizados têm recebido uma média de R$ 127.500 cada. No total, os projetos realizados aqui com a utilização deste fundo já receberam cerca de US$ 500 mil ou R$ 2,55 milhões. Além dos projetos que utilizam o fundo de desastres, alguns distritos* também estão desenvolvendo projetos com a utilização de subsídios globais (que apoiam atividades internacionais maiores), também para a compra de EPIs, envolvendo valores de US$ 30 mil a US$ 52 mil cada. No total, a Fundação Rotária já disponibilizou mais de US$ 7,20 milhões para utilização em projetos de subsídios globais no mundo. Entre os projetos realizados no país, Mário César destaca o do distrito* 4420, que inclui a compra de oxímetros para hospitais do estado de São Paulo. O aparelho mede o nível de oxigenação na corrente sanguínea do paciente, alertando os médicos quando esse nível está abaixo do ideal. Hipólito aponta outra iniciativa de impacto, como a do distrito* 4760, que possibilita a compra de equipamentos de segurança para 26 hospitais em 22 cidades do estado de Minas Gerais, além da utilização da verba de sua conferência distrital em um projeto de subsídio global também para o combate ao coronavírus. Vale lembrar que, além das iniciativas realizadas com os fundos da Fundação Rotária, centenas de Rotary clubs de todo o Brasil têm se mobilizado diariamente com suas próprias verbas para a confecção e distribuição de equipamentos de proteção individual, cestas básicas e kits de higiene em um esforço conjunto para combater a propagação da doença do país. *Para quem não conhece a estrutura do Rotary International, regionalmente, os Rotary clubs são agrupados em distritos. Fonte: Blog Vozes do Rotary (leia a publicação original em https://rotaryblogpt.wordpress.com/2020/05/04/rotary-brasileiros-se-destacam-no-combate-a-covid-19/#more-2151)

Postado em 13 de Maio de 2020

GATS abre seminários 202021

GATS - Fotos do seminário de treinamento para os governadores assistentes do ano rotário 2020-21, realizado no dia7 de março de 2020 no CEPE - Clube dos Empregados da Petrobras, Canoas, RS.

Postado em 07 de Março de 2020

GATS abre seminários 202021

Abrindo a etapa final de capacitação dos dirigentes distritais para o Ano Rotário 2020-21, ocorreu no último sábado (7 de março) o GATS, Seminário de Treinamento para Governadores Assistentes 2020-21). O nome é uma adaptação da sigla em inglês que significa Treinamento Rotário Continuado para Governadores Assistentes. Aconteceu na sede do Clube dos Empregados da Petrobrás, em Canoas, onde ocorrerão a maioria dos treinamentos e seminários do ano rotário. Foi aberto pelo governador 2019-20 Osvaldo Petersen Filho e, depois, conduzido pelo governador eleito Miguel Barbosa Dias. O cargo de governador assistente foi criado em 1996 como elemento chave do Plano de Liderança Distrital, estrutura organizacional recomendada pelo Conselho Diretor do RI, com o intuito de ajudar os governadores de distrito a apoiar melhor os clubes. Os governadores assistentes são nomeados pelo governador para apoiar e fortalecer os clubes sob sua responsabilidade. O governador assistente é o elo entre os clubes e o distrito. Os relacionamentos que formar com os líderes de clubes tornam o Rotary mais forte. O Rotary recomenda a leitura de pelo menos duas de suas publicações: Lidere seu Distrito: Governadores Assistentes e Seja um Clube Dinâmico: Seu Plano de Liderança de Clube que podem ser acessados em www.rotary.org/pt e em seguida abra a aba informe-se/funções distritais/governador assistente. O GATS enfocou prioridades e objetivos do Plano Estratégico do Rotary e as metas do presidente eleito para 2020-21 Holger Knaack e do Distrito 4670. Entre elas estão a ampliação do impacto do Rotary nas comunidades, ampliação do quadro associativo, cooperar para formação e desenvolvimento de lideranças além do âmbito do clube e criar uma cultura aberta a pesquisas, inovação e riscos. O governador eleito Miguel Dias fez um relato da sua participação, juntamente com a esposa Eliane na Assembleia Internacional de San Diego – Califórnia (EUA) última etapa do treinamento para governadores eleitos. Enfocou ainda o discurso do Presidente do Rotary Internacional Holger Kanaack e o Novo Plano de Visão do Rotary e a importância na participação dos companheiros nos seminários de capacitação e treinamento. A Governadora 2006-07 Ana Glenda Viezzer, Instrutora Distrital 2020-21, abordou a pauta de treinamentos dentro da Novo Plano de Visão do Rotary International. O Governador 2014-15 Ivo Benfatto falou sobre as resposabilidades e atribuições do governador assistente, tema em que contou com a participação do governador 2010-11 Eduardo Werneck. Já o governador 2016-17 Ingo Seitz, com o apoio do  Governador Indicado (2021-22) Jorge Maluf enfocou o trabalho do governador assistente com os clubes. Os companheiros Osvaldo Ramos Sayago, do Rotary Club de Porto Alegre São Geraldo, e Marcos Antônio Franco Amaral, secretário distrital 2020-21, do Rotary Club de Canoas discorreram sobre os recursos disponibilizados pelo Rotary International. A palestrante convidada foi a coordenadora executiva do Escritório da Parceiros Voluntários de Canoas, cujo tema foi serviço voluntário. Destacou não basta se associar a um grupo de voluntários. É preciso fazer isso com comprometimento, alegria, organização, ética, humildade, confiança, responsabilidade, persistência, união, motivação, respeito e vontade de participar.

Postado em 07 de Março de 2020

ESPORTE NA LUTA CONTRA PARALISIA INFANTIL

Torneio de futebol infantil marca, em Canoas, a Campanha End Polio Now para o Combate a Paralisia Infantil Canoas, RS – 24/11/2019 — Pelo terceiro ano, mais de 600 pessoas estiveram envolvidas no evento que marca a Campanha End Polio Now para o Combate a Paralisia Infantil no Centro Olímpico da Universidade Luterana do Brasil (ULBRA), em Canoas. O Torneio de Futebol Infantil End Polio Now é uma realização do Rotary Club de Canoas Industrial, clube associado do Rotary International no Distrito 4670 (Rio Grande do Sul) e contou com a participação de um total de oito equipes de futebol das categorias Sub 11 e Sub 10 (atletas entre 8 e 11 anos de idade), envolvendo mais de 280 crianças, seus pais, amigos e um grande número de rotarianos. As equipes convidadas em sua maioria provindas de comunidades carentes de Canoas, Cachoeirinha, Gravataí, Alvorada, Dois Irmãos e Novo Hamburgo, receberam durante o evento, alimentação balanceada, frutas e hidratação para que todos pudessem estar prontos para o longo dia de atividades esportivas. O Torneio tem o propósito de divulgar e conscientizar as famílias e crianças da importância da vacinação contra a paralisia infantil, pois, ao entenderem que os atletas estão em condições físicas para a prática do esporte, por também, terem recebido a vacina, percebem em sua realidade o quanto é importante a prevenção. A poliomielite já está erradicada no Brasil, no entanto, a campanha é fundamental para que as famílias levem seus filhos para vacinarem-se. A End Polio Now é uma inciativa global de Rotary que já viabilizou a imunização de 2,5 bilhões de crianças, em 22 países, representando 99,9% dos casos mundiais. As melhores imagens do evento e outras informações podem ser vistas acessando a página do Rotary Club Canoas Industrial: www.facebook.com/rotarycanoasindustrial O RotaryO Rotary é uma rede global de voluntários que se dedicam a enfrentar grandes desafios da humanidade. Seja ajudando famílias menos privilegiadas ou lutando para erradicar a pólio no mundo, seus associados causam mudanças positivas local e internacionalmente. Para mais informações, acesse o site do Rotary.

Postado em 03 de Dezembro de 2019

Ver todos

Ação do Rotary club de Santo Antônio da Patrulha arrecada mais alimentos na cidade

O Rotary Club de Santo Antônio da Patrulha realizou mais uma ação junto aos supermercados da cidade com o intuito de arrecadar alimentos afim de doar ao Comitê da Solidariedade instalado na cidade, o qual faz a distribuição as famílias cadastradas e em situação de vulnerabilidade social. A ação consiste em distribuir máscaras de proteção, confeccionadas pelos rotarianos ao que não as tem e troca-las por alimentos não perecíveis e posteriormente encaminhados ao Comitê, os quais serão triados e distribuídos pela Brigada Militar, Corpo de Bombeiros e Exército Brasileiro as famílias de bairros mais vulneráveis, segundo a assistência Social do município.Na última doação feita pelo Rotary Club de Santo Antônio da Patrulha foram arrecadados 50 litros de leite, aproximadamente 80 kg de alimentos e várias unidades de produtos de limpeza, trocados por máscaras de proteção em apenas 1 dia nas portas dos supermercados.No entanto, nossa missão de fazer o bem, sem olhar a quem, ainda prosseguirá e nós, do Rotary Club de Santo Antônio da Patrulha, queremos demonstrar nossa gratidão aquelas pessoas que, com desprendimento, amor ao próximo e entendendo a gravidade do momento, colocam o coração em cada gesto de doar um pouco de si, sem pensar em si, conectando-se a alma de cada um com solidariedade, sem esperar nada em troca.  Muito Obrigado!    Imagem pública de Rotary Club de Santo Antônio da Patrulha

Em 20/05/2020 por Rotary Club de Santo Antônio da Patrulha

Mesmo em tempos de isolamento, Rotary Club de Santo Antônio da Patrulha não para

O Rotary Club de Santo Antônio da Patrulha entregou, neste sábado, no Lar Oscar Vargas, 42 litros de leite e os produtos de limpeza arrecadados na troca por máscaras confeccionadas por rotarianos por alimentos nos supermercados assim como foram entregues, no Hospital, máscaras para os pacientes enquanto aguardavam atendimento. Realizamos também a troca de 20 máscaras junto ao quartel do Corpo de Bombeiros que doaram alimentos não perecíveis. Em outra ação, também foram consertadas pequenas avarias em função do uso, 2 cadeiras de rodas e 2 de banho, doadas ao Rotary numa parceria com o Lar Oscar Vargas, que cuida de idosos da cidade. Com subsídios da Fundação Rotária, a qual dá o suporte financeiro aos Rotarys Clubes do mundo inteiro, o Distrito 4670 possibilitou ao Rotary Club de Santo Antônio da Patrulha a aquisição de 2 macas que serão usadas no Centro de Triagem Sentinela, que está sendo montado, na antiga Casa da Criança na cidade; outro  projeto da Fundação Rotária, estamos adquirindo termômetros infra vermelhos, para uso na área da Saúde e as escolhas do que adquirir são supervisionadas pela equipe da Secretaria da Saúde. Outro envolvimento do nosso Clube é com o Projeto Coronazero em que realizamos o cadastramento de 5 lares de idosos em Santo Antônio com 213 residentes e colaboradores, que farão testagens pelo Laboratório Weimann gratuitamente, devido a iniciativa do Rotary Brasil. Atualmente, São Paulo e o nosso Distrito no Rio Grande do Sul, estão assegurados quanto a testagem de todos os Lares estão cadastrados. Este trabalho vem sendo realizados em reuniões ON LINE do nosso clube, às quintas-feiras, às 20h, portanto nós como rotarianos respeitamos o distanciamento social, seguimos fazendo o bem sem olhar a quem. Imagem Pública

Em 17/05/2020 por Rotary Club de Santo Antônio da Patrulha

Rotary Club de Santo Antônio confecciona máscaras de proteção para distribuir na cidade

O Rotary Club de Santo Antônio da Patrulha, Distrito 4670, através do serviço voluntário da Zilá, esposa do companheiro João Diolar da Silva e contando com o auxílio de outros companheiros, está confeccionando máscaras de proteção a serem distribuídas as pessoas que não a possuem e necessitam para entrar em estabelecimentos comerciais. As máscaras estão sendo produzidas na residência da Zilá com o auxílio do seu esposo e de outros rotarianos que doam algumas horas do seu tempo para esta tarefa. Os tecidos, elásticos, linhas e outros insumos foram doados por pessoas da comunidade e outros membros do Rotary da cidade. A distribuição acontece no centro da cidade, junto a área comercial e dará preferência as pessoas que precisam das máscaras obedecendo ao decreto municipal que obriga seu uso em função da pandemia de Covid-19.  

Em 01/05/2020 por Rotary Club de Santo Antônio da Patrulha

IV ACAMPARACT

Nos dias 07 e 08/03, o Interact Club Canela Inspiração teve o prazer de receber, no Rincão do Coelho, mais de 90 jovens do Rotary - Distrito 4670 para o ACAMPARACT. Aconteceram palestras e dinâmicas para desenvolver lideranças e trabalho em equipe. Estiveram presentes os clubes de Interact de Tramandaí, Parobé, Gravataí, Novo Hamburgo, Novo Hamburgo Monumento, Caxias do Sul, São Leopoldo, Taquara, Gramado, Canela, Campo Bom, Canoas Industrial e Dois Irmãos que compartilharam experiências e promoveram a união dos jovens do distrito. Um final de semana de muita alegria, aprendizagem e confraternização. Muito obrigado pela presença e apoio de todos os envolvidos, aguardamos todos vocês em uma próxima oportunidade. Números do Acamparact: 104 inscritos: Interactianos, intercambistas, kids e rotarianos 89 pessoas compareceram. Contamos também com a presença de  9 rotarianos do Rotary Clube Canela Inspiração que foram para nos ajudar a executar o evento.

Em 07/03/2020 por Rotary Club de Canela Inspiração

Rotary Club de Santo Antônio realiza ações de Natal

O Rotary Club de Santo Antônio da Patrulha realizou ações de Natal em diversos bairros da cidade. Foram atendidas com gêneros alimentícios, pessoas com necessidades especiais e em estado de vulnerabilidade social no interior do município. Companheiros rotarianos, acompanhados pela Presidente Isabel Cristina, levaram um pouco de conforto e carinho a pessoas com alto grau de comprometimento motor e em situação financeira precária. Outra ação foi desenvolvida junto ao Lar Oscar Vargas no sentido de reutilizar equipamentos como cadeira de rodas e cadeiras de banho, não mais utilizadas por aquela instituição, as quais serão reparadas ou recicladas e posteriormente farão parte do banco de empréstimos a pessoas que não podem adquiri-las. Por fim o ponto alto da ação foi a entrega, na Casa da Criança, Posto de Saúde Central e Hospital loca e bairros mais pobres da cidadel, de brinquedos e balas as crianças. Participaram dessas ações a Presidente Isabel Cristina e os companheiros Alexandre Fernandes, Glória Terra e Silvia Mendes além da extensionista da Emater Marcia Sparremberguer e os voluntários Izaías Barcelos e Miguel Medeiros.

Em 24/12/2019 por Rotary Club de Santo Antônio da Patrulha

Localizar site dos clubes